sábado, 24 de setembro de 2011

Estado de graça


Meu amor independe do que me fazes.
Não cresce do que me dás.

Se fosse assim ele flutuaria ao sabor dos teus gestos.
Teria razões e explicações.
Se um dia teus gestos de amante me faltassem,
Ele morreria como a flor arrancada da terra.

"Amor é estado de graça e com amor não se paga".

Nada mais falso do que o ditado popular que afirma
Que 'amor com amor se paga'.
O amor não é regido pela lógica das trocas comerciais.
Nada te devo.
Nada me deves.
Como a rosa que floresce porque floresce, eu te amo porque te amo.

10 comentários:

  1. Este texto é perfeito! Óptimas palavras claras e transparentes, com uma mensagem profunda mas verdadeira!

    ResponderExcluir
  2. 'Eu te amo por que eu te amo!'

    E tantas vezes, um simples eu te amo, é pouco pra descrever a dimensão de um sentimento.

    Um beijo mana!
    Se cuida sempre

    ResponderExcluir
  3. Marília. Impressionante suas palavras. Aplausos. Altas mudanças no visual. Gostei. Beijos!!!

    ResponderExcluir
  4. Beautiful...so much true emotion from the heart.

    ResponderExcluir
  5. Concordo, flor, não devemos resumir o amor a uma simples troca, isso o desmerece.

    Belo post!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Gostei do seu texto. Apenas algumas observações: Há dois tipos de amor, a saber: predileção e o "tu deves" do amor incondicional. O primeiro está fadado ao fracasso se não for cultivado. Ele precisa de algo mais, sempre, pra existir. O segundo, ah, esse sim é diferenciado. É incondicional - "Tu deves, amar". É uma ordem, é um dever. Lembra: "Ama o teu próximo como a ti mesmo". Isso não é uma solicitação. É uma ordem. É algo Imperativo. Há sou apaixonado por isso...
    Tenho uma postagem no meu blogger, no tópico leituras: Kierkeggard- o filósofo do amor. Além de alguns filmes que tratam isso... Um abraço... Sim, outra coisa: amei teu blogger. beijos

    ResponderExcluir
  7. Bom diaaaa Marília,

    Eu simplesmente adoro os textos de Rubem Alves. Cada vez que vou escrevê-los no blog fico na dúvida de qual escolher. É tanto sentimento e tanta verdade em suas palavras que me fascinam...

    Bom, estou passando por aqui para lhe desejar um ma-ra-vi-lho-so domingo e também para lhe convidar para conhecer o meu cantinho de artesanato, onde divulgo o meu trabalho com o patchwork. Passa lá para dar uma espiaidinha...

    link: http://dincanto-atelier.blogspot.com

    Bjsssss...

    ResponderExcluir
  8. E quão linda é essa graça do amor que nos envolve...

    Amei!

    Beijos, Má queridona!

    ResponderExcluir

'Quem és tu que me lês? És o meu segredo ou sou eu o teu?'